Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Tiago Almeida

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 27/04/2006

Título: Por que as mulheres têm mais prisão de ventre?

É uma constante no consultório mulheres com queixa de prisão de ventre, flatulência e distensão abdominal. E muitas se habituam ao problema como se fosse normal e aprendem a conviver com essa situação, muitas vezes abusando dos laxantes. Se há um tempo atrás era necessário um comprimido laxante, agora são necessários 3, 4, 8 ou mais. E vai-se mudando a marca do medicamento até que o intestino não responda mais.

A que se deve essa freqüente queixa feminina? Em primeiro lugar, a mulher tem uma educação em que é feio fazer barulho de gases e deixar cheiro no banheiro. Ela tem que parecer sempre limpa. Isso vem desde a antigüidade e continua até hoje, onde um dos critérios de seleção da mulher é a limpeza. Então ela não se dá o direito de ir a qualquer banheiro, em qualquer hora ou em qualquer lugar.
Outro fator é que a mulher consome mais CARBOIDRATOS que os homens, o que desequilibra a flora intestinal, produzindo entre outras coisas gases. O uso de pílula anticoncepcional aumenta a permeabilidade do intestino e causa perda de vitamina B6. Essa vitamina participa na formação da serotonina, que é o hormônio do "bem-estar". A serotonina diminuída está envolvida no processo de depressão. Uma pessoa deprimida, com diminuição de serotonina, aumenta o consumo de carboidratos resultando novamente em desequilíbrio da flora e aumento da permeabilidade intestinal.

Outro fator importante é a ansiedade. Comer rápido, engolindo ar enquanto come ou fala, e não ter paciência para ir ao banheiro por si só já explica a prisão de ventre e flatos, além do fato de que a ansiedade gera o desejo por comidas doces ou por hidratos de carbono, que atuam como agentes causadores de alteração intestinais. A vida corrida de trabalho e casa, tendo que ser boa mãe, boa esposa, ótima profissional, estar sempre bonita e arrumada são exigências que de uma forma ou de outra a própria mulher se impõe. E isso age em sua PSIQUE e de alguma maneira reverbera em seu corpo. E um dos órgãos mais afetados é o intestino, pois a prisão de ventre não é uma questão só alimentar, tem também aspectos emocionais, culturais, hormonais, vida sedentária e pouca ingestão de água.

Como podemos comprovar, o intestino é um órgão extremamente importante e muito descuidado pela população em geral. Por isso, ao aparecer algum dos sintomas mencionados, deve-se procurar auxílio médico e não se automedicar. Nestes casos, é muito importante realizar uma desintoxicação com limpeza intestinal, uma reeducação alimentar com uma dieta antioxidante e exercícios físicos. A colonterapia é uma boa maneira de realizar este processo.

A COLONTERAPIA é um processo de limpeza intestinal que desintoxica através da remoção das fezes retidas no intestino grosso, acompanhado de uma dieta alimentar, uso de fitoterápicos e reposição da flora intestinal com lactobacilos. Tudo isto com o objetivo de recriar o hábito intestinal, mantendo o seu funcionamento regularizado.
Muitos pacientes relatam que ao realizarem esta desintoxicação, além de melhorar a freqüência das evacuações e a disposição, faz diminuir a vontade de ingerir determinados alimentos (como doces, massas,etc), facilitando o processo de reeducação alimentar, melhorando a qualidade de vida, vitalidade e felicidade.

Data Título
13/05/2010 Porque desintoxicar?
18/05/2009 Desintoxicação com dieta alcalinizante e limpeza intestinal
18/05/2009 Desintoxique-se por inteiro e atinja o seu bem-estar
16/09/2008 Abdômen estufado e suas causas
22/04/2007 Desintoxicação após a Páscoa
03/11/2006 11 dicas para uma digestão tranqüila
07/08/2006 Candidíase - um fungo oportunista
19/06/2006 Como diminuir a prisão de ventre em viagens
27/04/2006 Por que as mulheres têm mais prisão de ventre?
16/03/2005 A relação entre prisão de ventre e a saúde
20/12/2004 Como manter a forma depois das festas
01/11/2004 Mantenha a pele saudável com o intestino limpo
 


Domingo  22.10.17
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.